Polícia prende 3 e recupera parte de armas roubadas de empresa de segurança no Butantã

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que policiais civis recuperaram algumas armas roubadas de uma empresa de segurança na última terça-feira no bairro Butantã, Zona Oeste de São Paulo. Ainda de acordo com a SSP, três pessoas foram presas suspeitas de participação no crime. Foram roubadas espingardas e escopetas, sete pistolas e 56 revólveres 38, além de coletes à prova de bala. Segundo a polícia, as armas seriam usadas em assaltos.

Foram presos em flagrante de acordo com a SSP: Andres Riva Vegas Junior, de 26 anos; Lucimar Antonia Machado, de 57 anos e Vanessa Conceição Barros, de 30 anos. As armas – nove escopetas – estavam escondidas numa casa localizada na Rua Luigi Alamani, no Sacomã, na Zona Sul de São Paulo. A identificação de que tratava-se de um lote de armas roubadas da empresa de segurança foi possível através da numeração. As armas estavam guardadas no cofre da empresa.



A ação aconteceu por volta do meio-dia. Armados, após render um vigia ainda na rua, os bandidos invadiram a empresa.

– Eles apareceram, falaram que eram da (Polícia) Federal, depois me renderam na rua – disse o funcionário.

Depois, o trio entrou na empresa e fez reféns outros funcionários. Alguns foram amarrados. Um deles, Paulo Fernando Oliveira, foi agredido com coronhadas ao demorar para entregar as chaves do cofre.

Durante o tempo em que ficaram na empresa, os criminosos demonstraram conhecer a rotina e falaram o nome de um ex-funcionário. Eles também levaram imagens do circuito interno de segurança, além de documentos e pertences dos funcionários.

A ação durou cerca de 15 minutos. Segundo testemunhas, os bandidos teriam usado dois carros na escolta.

Fonte: O Globo



Deixe seu comentário