Silvio Pereira não comparece para trabalhar na Subprefeitura do Butantã

O ex-secretário do PT Silvio Pereira, o Silvinho, deveria começar nesta segunda-feira a prestar serviços na Subprefeitura do Butantã. Até 10h10, no entanto, segundo a assessoria de imprensa da Subprefeitura, ele não se apresentou para o trabalho.Na quinta-feira passada, o Ministério Público Federal pediu à Silvia Maria Rocha, da 2º Vara Criminal de São Paulo, que notifique Silvio Pereira para que inicie imediatamente o cumprimento da prestação de 750 horas de serviços comunitários.

Silvinho deveria começar a prestar os serviços comunitários, mas no primeiro dia previsto para o trabalho, ele se recusou a ficar na subprefeitura, onde teria de participar de uma equipe de zeladoria urbana, fiscalizando os serviços de limpeza da região.



Para o procurador da República Rodrigo de Grandis, autor da manifestação, se o réu não iniciar imediatamente o cumprimento do acordo judicial feito com a Procuradoria Geral da República, o benefício da suspensão do processo deve ser revogado.

Segundo a manifestação do procurador, ao réu não cabe escolher a prestação de serviço para fins da suspensão condicional do processo.


– A prestação que foi disponibilizada pela subprefeitura do Butantã não é demeritória ou indigna, sendo compatível com a sua condição – alegou o procurador no documento.

Fonte: O Globo





Deixe seu comentário