CET inclui região do Butantã no programa de proteção a pedestre

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) dará início nesta quinta-feira (1º) à ampliação do Programa de Proteção ao Pedestre para toda a cidade de São Paulo. A ampliação acontecerá a partir do aumento para oito novas áreas e seis corredores de equipes educacionais de pedestres.

Em seguida, a partir de 19 de setembro, a fiscalização será intensificada pelos agentes de trânsito nessas áreas.

De acordo com a CET, os novos locais possuem cruzamentos com alto índice de atropelamentos. A meta é de reduzir em 40% os atropelamentos e em 50% as mortes de pedestres até 2012.

Além dos 250 “orientadores de trânsito” que já atuam no centro e na avenida Paulista, outros 280 orientadores passarão a atuar nas novas regiões. Esse número, ainda de acordo com a CET, chegará a 1.040 “em breve”.


As novas equipes vão trabalhar nas áreas do Largo 13 de Maio, no Brás, na Penha, na Vila Maria, no Jardim Paulista, em Sapopemba, em Itaquera e na região de São Miguel.

Os orientadores estarão presentes ainda no corredor Campo Limpo-Rebouças-centro na altura da rua da Consolação e da região do guia Butantã, no Parelheiros-Rio Bonito-Santo Amaro ao longo da avenida Roberto Kennedy, no Itapecerica-João Dias-Centro ao longo da avenida João Dias e da estrada de Itapecerica, na avenida Paes de Barros, na Armando de Arruda Pereira nas proximidades do Terminal Jabaquara e na Mateo Bei nas proximidades do terminal de ônibus do Carrão.



A CET informa que revitalizou 10,8 mil faixas de pedestres na cidade e que intensificou a fiscalização em 91 cruzamentos, utilizando 154 agentes.

Em dez dias da intensificação da fiscalização aos motoristas e motociclistas que deixam de dar preferência aos pedestres na Paulista e no centro, agentes da CET aplicaram mais de 4.000 multas.

Fonte: R7

CET inclui região do Butantã no programa de proteção a pedestre
Avalie!




Deixe seu comentário