Diretor de faculdade da USP diz que instalará catracas para aumentar segurança

O diretor da FEA (Faculdade de Economia e Administração) da USP, Reinaldo Guerreiro, informou, nesta quinta-feira (19), que a entrada do prédio da faculdade, instalada no campus Guia do Bairro Butantã ganhará catracas para restringir a entrada de estranhos. A medida foi anunciada após o assassinato do aluno Felipe Ramos de Paiva, na quarta-feira (18).

Guerreiro admitiu que há problemas de furtos no campus, mas esta é a primeira vez que a FEA registra um caso de assassinato como esse. Ele explicou que havia uma guarita com um vigia próximo ao prédio da faculdade, mas ele estava longe do local onde o estudante foi assassinado. Foi o diretor quem deu a notícia da morte do jovem aos familiares dele.



Ainda segundo o diretor da faculdade, já foram instaladas câmeras para monitorar o movimento dentro e ao redor do prédio, mas o campus universitário tem problemas por ser grande e por ter espaços públicos sem movimentação. Guerreiro informou que o reitor da USP já está planejando um novo plano de segurança para a universidade.

Fonte: R7



Deixe seu comentário