Subprefeitura Butantã apresenta balanço de ações dos últimos 3 anos

29/02/2008 – Butantã

O prefeito Gilberto Kassab, os vereadores Aurélio Miguel, Gilberto Donato e José Rolim, autoridades e lideranças comunitárias assistiram ao evento realizado na Sala Butantã, sede da Subprefeitura. O subprefeito Maurício de Oliveira Pinterich relatou que foram feitas reformas em 51 escolas da região, eliminando todas as 19 salas de lata da área do Butantã. No setor da saúde, 15 equipamentos foram reformados, sendo que três deles receberam novas AMAs (Assitências Médicas Ambulatoriais).

O subprefeito destacou as obras no córrego Pirajuçara, que terá a calha rebaixada e concretada até sua foz, com a recuperação paralela das paredes laterais deterioradas. Essa obra garantirá velocidade maior às águas de chuva e aumentará de 110 metros cúbicos por segundo para 190 metros cúbicos por segundo a capacidade de vazão do rio Pirajuçara, com repercussão positiva no combate e eliminação das enchentes. Os serviços incluem também o recapeamento da avenida Eliseu de Almeida, que acompanha o leito do córrego, além da construção de ciclovia em sua extensão, que atenderá milhares de pessoas e terão conexão com as novas estações do metrô e  trem da CPTM. Será a maior ciclovia da cidade, com 15 quilômetros. O projeto da Ciclovia foi uma doação do ITDP – Institute for Transportation and Development Policy, que entre outros trabalhos, participou da revitalização de Bogotá na Colômbia. A Subprefeitura do Butantã toca, no momento, 78 obras.

“Faço uma avaliação positiva das ações. O dinheiro público está sendo bem investido, bem aplicado”, afirmou Kassab. Em 2008 serão executadas mais 50 obras na região. A Subprefeitura do Butantã atingiu o primeiro lugar entre todas as Subprefeituras no número de solicitações recebidas e atendidas em sua praça de atendimento. Foram 72 mil recebidas, e mais de 60 mil atendidas. As principais solicitações foram tapa-buraco, serviços de jardinagem, serviços de lixo/ limpeza/ entulho, limpeza de bueiros e galerias de águas pluviais, vistoria de fiscalização e captura de animais.

Neste ano, 29 escolas municipais serão reformadas, sendo que 23 já iniciaram as obras. Além disso, será construído o CEU (Centro Educacional Unificado) Uirapuru. Ficará localizado no distrito de Raposo Tavares, UIRAPURU, beneficiando milhares de pessoas que moram no entorno do Jardim João XXIII, Jardim Educandário, Jardim Uirapuru e Parque Ipê, a obra terá um custo de 20 milhões de reais e vai melhorar a qualidade de vida das crianças em fase escolar.  A região receberá ainda uma escola profissionalizante, mini centro-olímpico e o parque linear do Jaguarezinho.



Para garantir a segurança de grande parte dos moradores do Jardim Colombo, foi construído um muro de arrimo e estão em construção 56 moradias populares. Foi construída uma escadaria de acesso no local, com mais de 100 metros. O Jardim Colombo e a área da favela de Paraisópolis irão receber obras de urbanização, com redes de água e esgoto, drenagem, pavimentação, calçadas, iluminação e arborização de áreas de lazer.

Nos serviços de pavimentação, 20 ruas e avenidas receberam asfalto novo, numa extensão de 3 quilômetros, e outras 22 passaram por recapeamento asfáltico, num total de 43 quilômetros lineares. A região do Butantã ainda ganhará o novíssimo terminal de ônibus Raposo Tavares que foi apresentado com destaque pelo Subprefeito que ressaltou a integração com o metrô e a conseqüente melhora do trânsito no local.

O programa Córrego Limpo de despoluição de cursos de água irá contemplar sete córregos no Butantã. São os seguintes: Caxingui, José Araujo Ribeiro, Antonico, Corveta-Camacuã, Itapaiúna, Sapé e Água Podre, com mais de 13 mil quilômetros quadrados. A Prefeitura também pôs em funcionamento um Ecoponto no Jardim Maria do Carmo. Serve para o descarte de resíduos de construção civil, restos de podas de árvores, móveis velhos e materiais inservíveis.

Em 2006 e 2007 foram implantadas e revitalizadas 18 praças na região. Desde 2005, foram plantadas 4.196 árvores e realizados 15.039 serviços de poda e remoção. A primeira etapa de construção do parque linear do Sapé já foi concluída. A segunda está em andamento e tem verba prevista de R$ 2,3 milhões. O Subprefeito destacou a participação efetiva da Subprefeitura na Agenda 21, onde são discutidos os problemas ambientais locais. A Agenda 21 surgiu em um Fórum promovido pela ONU, a ECO 92, priorizando as discussões de sustentabilidade.

O prefeito Gilberto Kassab, vereadores e demais lideranças saíram muito satisfeitos com os resultados da prestação de contas, pois constataram que a Subprefeitura Butantã está  transformando a região em um canteiro de obras e assim cada vez mais atendendo as reinvindicações dos moradores.

(Texto: Jorge Marcelo Nomura)

Fonte: prefeitura.sp.gov.br



1 resposta

  1. Luis 28/03/2012

Deixe seu comentário