Butantã: Casa do Bandeirante apresenta exposição interligada com a Bienal de São Paulo

No dia 7 de setembro, o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera, inaugura a 30ª edição da Bienal de São Paulo. A curadoria da principal mostra de artes da cidade –cujo tema é A iminência das poéticas– é assinada pelo venezuelano Luis Pérez-Oramas, atual curador de arte latino-americana do Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA.

Durante a permanência do evento, até 9 de dezembro, é natural que outros espaços expositivos acompanhem essa tendência e o crescente interesse dos cidadãos pelas artes em geral. O Museu da Cidade de São Paulo propõe uma “interligação” virtual da mostra no Parque Ibirapuera com a rede de casas históricas da cidade. Serão inauguradas, no dia 5, exposições na Casa do Bandeirante, Casa Modernista e Capela do Morumbi. Além disso, uma intervenção do argentino Leandro Tartaglia seguirá a partir do dia 7, do prédio da Bienal à Capela do Morumbi, a bordo de um veículo, propondo uma conexão com a obra da artista norte-americana Maryanne Amacher, que estará em cartaz no espaço.

Amacher era performer e artista multimídia e criou diversas obras até sua morte, em outubro de 2009. A composição da sonoridade levando em consideração a arquitetura é sua marca registrada. Em seu obituário no jornal The New York Times, a também compositora é descrita como “visceral” e seus trabalhos mais conhecidos são “#site-specific# difíceis de serem recriados, embora vários tenham sido encenados em novas versões em locais distintos”.



A Casa do Bandeirante traz a obra do artista português Hugo Canoilas, que refaz o percurso dos exploradores, partindo da capital paulista em direção ao interior do Estado. Batizada de “Pássaros no Paraíso”, a intervenção apresenta registros em áudio e vídeo, além de fotografias realizadas durante a viagem.


Na Casa Modernista, o artista multimídia norte-americano Sergei Tcherepnin monta a instalação Looking at Listening, criada a partir de uma parceria com o artista japonês Ei Arakawa. Seis painéis de metal –dos quais cinco estarão pendurados nas paredes e outro maior, no chão– são equipados com alto-falantes, o que torna a experiência sensorial do público mais ampla e interativa.

Serviço

Capela do Morumbi
Avenida Morumbi, 5.387 – Morumbi. Zona Sul de SP
Tel. 3772-4301
Atendimento: terça-feira a domingo, das 9h às 17h

Casa do Bandeirante
Praça Monteiro Lobato, s/nº – Butantã. Zona Oeste de SP
Tel. 3031-0920
Atendimento: terça-feira a domingo, das 9h às 17h

Casa Modernista
Rua Santa Cruz, 325 – Guia Vila Mariana. Zona Sul de SP
Tel. 5083-3232
Atendimento: terça-feira a domingo, das 9h às 17h

Fonte: Prefeitura de São Paulo





Deixe seu comentário